Abraji lança curso em parceria com Facebook Journalism Project

12 de Agosto de 2020

Curso é destinado a profissionais que trabalhem em meios de comunicação de abrangência local. É grátis!

 

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) abre nesta quarta-feira (12), com o apoio do Projeto Facebook para Jornalismo (FJP), as inscrições para o curso online Reconstrução do jornalismo local, um programa destinado a jornalistas que trabalham em meios de comunicação de abrangência local com o objetivo de capacitar esses profissionais para produzir jornalismo de qualidade em um cenário de escassez de recursos. 

A pandemia acelerou mudanças de processos consolidados há décadas e revelou mais claramente a importância de um ambiente no qual a informação seja bem apurada, confiável e esteja a serviço de seus leitores. O jornalismo também experimenta novos modelos de atuação, novos formatos de distribuição e seu modo de fazer traz novas possibilidades. Dessa forma, o jornalismo se aproxima de seus públicos, mas precisa ser sustentável economicamente para garantir a independência, os propósitos e os compromissos com as suas comunidades de leitores.

A Abraji quer usar essa realidade como base para seu novo curso online, preparando jornalistas que atuam localmente no Brasil para uma reconstrução do jornalismo tanto de modelos de sustentabilidade, quanto de formatos e linguagens. E para isso preparou este intenso programa de treinamento para a Reconstrução do Jornalismo Local no Brasil. 

Esta é uma nova edição do programa de treinamento, realizado em parceria com o Projeto Facebook para Jornalismo, e que já impactou mais de 5.000 jornalistas de todo o país. O curso é gratuito e está estruturado em quatro módulos temáticos que tratam de novos processos, ferramentas digitais, novas linguagens e modelos de cobertura e exploração de novos modelos de negócios. Serão 1.500 vagas destinadas preferencialmente a jornalistas que trabalham em veículos de atuação local. O programa terá duração de oito semanas, com início em 31 de agosto, totalizando 40 horas/aula. 

Para o presidente da Abraji, Marcelo Träsel, "o jornalismo local é muito importante porque no fim das contas os cidadãos vivem o seu cotidiano nos municípios, não nessa entidade abstrata chamada Brasil, e pesquisas demonstram que a fiscalização da imprensa tem um impacto positivo na gestão municipal”. Träsel também considera o curso um passo importante no processo de regionalização da Abraji.

O curso está baseado em aulas gravadas em vídeo (com legendas), farto material em texto, estudos de casos e seminários ao vivo, e incluirá informações sobre os produtos e soluções do Facebook, para que os jornalistas façam melhor uso da plataforma. A coordenação acadêmica é de Sérgio Lüdtke.

Nominata de instrutores e temas

  • Adrian Alexandri - Estudo de caso: Criando um meio jornalístico no deserto de notícias
  • Amanda Rossi - Jornalismo de Dados e LAI
  • Ana Brambilla - Fontes de financiamento: Assinaturas, crowdfunding e membros
  • André Biernath  - Como cobrir ciência
  • Arnaldo Carvalho - Como criar uma estrutura de produção de vídeos baseada em smartphones
  • Carolina Oms - Como cobrir questões de gênero
  • Dal Marcondes - Fontes de financiamento: Cursos e treinamento
  • Daniela Pinheiro - Fontes de financiamento: Eventos
  • Edvaldo Pereira Lima - Jornalismo de Soluções
  • Fabrizio Bruzetti - Fontes de financiamento: Publicidade digital
  • Filipe Speck - Fontes de financiamento: Newsletter
  • Flávia Oliveira - Como cobrir questões raciais
  • Guilherme Valadares - Fontes de financiamento: pesquisas, documentários e consultorias
  • Gustavo Torniero - Como tornar o jornalismo digital acessível para pessoas com deficiência
  • Helio Miguel Filho - Ferramentas digitais para monitoramento e gestão de redes sociais e Narrativas para mídias sociais 
  • José Antonio Lima - Ferramentas digitais para investigação
  • Lívia Vieira - Como usar Analytics para definir públicos de interesse
  • Luciana Cardoso - Como criar um produto digital com poucos recursos
  • Marco Migliavacca - Como criar um Plano de negócios para uma empresa enxuta
  • Maria Elisa Muntaner - Jornalismo sem fins lucrativos - Como sobreviver?
  • Naira Hofmeister - Estudo de caso - Jornalismo de soluções
  • Nat Finanças - Como falar de finanças
  • Nina Weingrill - Seminário: Desafios do Jornalismo local
  • Paula Miraglia - Seminário: Modelos de negócios para empreendimentos digitais
  • Paulo Talarico - Periferias no centro
  • Rafael Grohmann - Precarização e oportunidades para o trabalho jornalístico
  • Rede Wayuri - Estudo de caso apresentado por Ray Baniwa, Cláudia Ferraz Wanano, Edineia Teles Arapaso e Juliana Radler
  • Reinaldo Chaves - Ferramentas Abraji
  • Renato Martins         - Como organizar lives e videoconferências
  • Ricardo Fotios - Novos processos de redação em tempos de escassez
  • Sérgio Lüdtke - Ferramentas digitais para organização do trabalho e Jornalismo Colaborativo
  • Simon DuCroquet - Ferramentas para visualização de dados
  • Valquíria Daher        - Fontes de financiamento: Publicações para terceiros

As inscrições estarão abertas até 21 de agosto e podem ser feitas aqui.

Notícias Relacionadas