Publicidade
O sucesso do Web Summit 2023 e a consolidação dos eventos disruptivos
21 de Novembro de 2023

O sucesso do Web Summit 2023 e a consolidação dos eventos disruptivos

Unindo o suporte tecnológico à criatividade as ações ampliam as fronteiras do conhecimento e conectam o público com novidades e tendências

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook
Por Alisson Barcelos 21 de Novembro de 2023 | Atualizado 21 de Novembro de 2023

Crédito da imagem: Instagram/Web Summit

Entre os dias 13 de 16 de novembro aconteceu em Lisboa, capital portuguesa, a edição 2023 do Web Summit. O evento reuniu na cidade que é um dos mais queridos destinos turísticos do continente europeu mais de 70 mil profissionais e empreendedores cujas empresas estão, verdadeiramente, promovendo a transformação da indústria tecnológica mundial.

Para muito além do aspecto corporativo e de ser uma autêntica vitrine das últimas novidades do universo tecnológico, o Web Summit consolida de forma definitiva os eventos disruptivos como uma das principais tendências do setor na atualidade.

Publicidade

Mas, como se conceitua um evento disruptivo? De forma objetiva, uma ação disruptiva é aquela que unindo suporte tecnológico e criatividade se conecta com o público fazendo uso de três pilares fundamentais: simplicidade, acessibilidade e conveniência.

O sucesso do Web Summit faz com que as apostas e investimentos nos eventos de caráter disruptivo ganhem dimensão e importância. E esse é o tema principal desta coluna. Tenha uma boa leitura e seja bem-vindo a um admirável mundo novo.

 

O futuro do mercado de eventos passa pelo pensamento disruptivo

Crédito da imagem: Freepik

Não é tarefa fácil definir com exatidão os rumos futuros do mercado de eventos.  Afinal de contas, com as mudanças constantes e significativas que vem marcando o cenário do consumo nos últimos anos, as quebras de paradigmas se consolidaram como elementos cotidianos dentro do setor.

Porém, no que diz respeito à conexão de empresas e marcas com os clientes, sem sombra de dúvidas, o investimento em eventos disruptivos deverá se consolidar ainda mais. E, nesse panorama, alguns aspectos devem ser privilegiados na busca pelo alcance dos melhores resultados.

A inclusão de aspectos ligados à sustentabilidade, à economia circular, à ecologia e à temáticas como diversidade, inclusão e representatividade deve assumir o protagonismo nas ações e ativações. Entender que os eventos devem ser realizações coletivas e, dessa forma, encontrar formas de permitir o acesso a todos os públicos sem nenhum tipo de discriminação não é mais tendência, já se tornou a regra do jogo.

O avanço da tecnologia também é destaque quando pensamos em ações disruptivas. Assim, a proposta dos eventos “mixed realities” em que o suporte tecnológico permite uma realidade híbrida que una o real ao virtual também vem conquistando cada vez mais os participantes.

Por fim, mas não menos importante, está o uso da inteligência artificial. A ferramenta possui um caráter verdadeiramente inovador e incorporá-la nas ações que tenham como objetivo oferecer ao público uma visão diferenciada é uma excelente forma de aliar teoria e prática.

 

Um fenômeno chamado Ted Talks

Crédito da imagem: Divulgação/Ted Talks

Um dos aspectos fundamentais quando pensamos no conceito de um evento disruptivo é a democratização do conhecimento. E, na atualidade, o Ted Talks talvez seja o melhor exemplo de ação nessa natureza.

Quem é ligado ao mundo corporativo sabe que alguns dos mais importantes empreendedores, influenciadores e profissionais dos mais variados segmentos de mercado já foram protagonistas de uma edição do evento e, assim, compartilharam seus insights com um púbico ávido por informação.

A siga TED significa, na tradução para o português, tecnologia, entretenimento e design. Tendo iniciado na América do Norte e se expandindo para a Europa, atualmente, diversos países do mundo sediam o evento, inclusive o Brasil.

Um detalhe que vale a pena mencionar ao analisarmos o Ted Talks é o investimento a longo prazo para o evento se transformar em sucesso. Iniciado na década de 1980 tendo como objetivo justamente contar histórias inspiradoras, a iniciativa se manteve firme e, ao longo do tempo, se transformou em um dos eventos mais admiradores por público e crítica em todo o mundo.

Um ponto que chama a atenção é o fato de as palestras estarem sempre conectadas com os anseios e demandas contemporâneas. Não importa o segmento de atuação, participar de um Ted Talk é mergulhar num universo de ideias inovadoras e originais.

 

As experiências disruptivas da CCXP 2023

Crédito da imagem: Divulgação/CCXP 2023

Absolutamente consolidado no mercado brasileiro e atraindo todos os anos milhares de participantes com desejo de conhecer as novidades e tendências em filmes, séries, games e os detalhes do presente e do futuro do universo pop, a CCXP é um evento que assume a disrupção como um elemento do seu DNA.

Na edição deste ano, caminhar pelo pavilhão que sediará o evento é realmente encontrar o inesperado. Uma série de palestrantes convidados como nomes de absoluto reconhecimento, anúncios e divulgação de material inédito, competições de eSports, amostra e venda de produtos colecionáveis e shows e apresentações ao vivo irão encantar até mesmo o mais exigente dos participantes.

O que torna o evento um sucesso absoluto e aumenta mais o seu caráter disruptivo é justamente a sua sintonia com aquilo que o público deseja. Áreas temáticas como o “Palco Thunder”, onde acontecem as entrevistas com atores, atrizes, produtores e diretores, e o “Artists’ Valley”, em que é possível ficar frente a frente com algumas das mais icônicas lendas das HQs e, de quebra, ajudar a movimentar a cena nacional de quadrinhos, são algumas das experiências disponíveis e que, sem sombra de dúvidas, agregam um valor intangível ao evento.

E já que estamos falando em eventos inovadores, vale a pena ressaltar como a CCXP 2023 utiliza a seu favor as redes sociais e recursos virtuais para divulgação das novidades. Com conteúdos interessantes e que despertam o interesse dos participantes, a ação quebra paradigmas e se configura como um evento de amplo relevo dentro do mercado nacional.

 

Como criar um evento com uma agenda disruptiva e inovadora

Crédito da imagem: Freepik

Algo que ficou absolutamente comprovado com o período em atravessamos a pandemia da Covid-19 é que a criatividade é uma marca registrada do setor de eventos. Com o uso da tecnologia foi possível manter o mercado aquecido até certo ponto e propor experiências de valor ao público. Com criatividade e o suporte tecnológico os eventos disruptivos conquistaram e seguem conquistando o público. Confira algumas sugestões para agregar inovação às ações e ativações.

1. Conecte o virtual com o real

Assim como a vivência presencial tem valor inegável, as experiências virtuais também vêm conquistando as pessoas. Criar eventos que conectem essas duas modalidades é essencial para fazer sucesso nos dias de hoje.

2. Incentive a colaboração

A economia circular e o colaborativismo são conceitos em ampla evidência atualmente. Buscar espaços participativos e ampliar o foco das ações em temas como a sustentabilidade tendem a agregar um grande valor aos eventos.

3. Explore o diferente

Já pensou em elaborar um “roadshow” em que é possível se conectar com o público e com os clientes em diferentes locais e regiões? Explorar o diferente, o inusitado e até mesmo o fora do comum são formas de tornar os eventos disruptivos e, assim, conquistar sucesso e repercussão para sua ação.

 

HJ Conferece apresenta inovação e disrupção em solo catarinense

Crédito da imagem: Divulgação/HJ Conference

Um dos aspectos que caracterizam o pensamento disruptivo é a certeza de que o impossível não existe e se a vida e os negócios são uma espécie de tela em branco, cabe a cada um de nós pintá-la da melhor maneira possível em busca da realização dos sonhos pessoais e profissionais.

Essa ideia também é um dos motores da HJ Conferece, que realizou a edição deste ano no mês de setembro e já está com as inscrições abertas para o evento que acontece também em setembro de 2024.

O palco do evento será Concórdia, localizada no interior do estado de Santa Catarina. O público que comparecer no evento, assim como já ocorreu nas edições anteriores, contará com um mix de informações e temas que incluem networking, inovação, disrupção, energia, negócios, simplicidade e cultura.

Ainda que faltem mais de dez meses para a realização da próxima edição, as atrações as primeiras atrações serão confirmadas em menos de dez dias, através das redes oficiais do evento.

Unindo experiência, atitude, conhecimento e a força de vontade de acreditar nos projetos, a HJ Conferece propõe uma visão colaborativa em que a determinação coletiva tem impacto positivo para o bem comum.

Os passaportes para participar do evento já estão disponíveis e podem ser adquiridos através do endereço https://hjconference.com.br/.

Publicidade
Publicidade