ESTREIA | Eduardo Boechat, especialista em mercado de capitais, integra Coluna Economia

13 de Outubro de 2021

Profissional é consultor da inglesa ActivTrades, uma das primeiras corretoras digitais do mundo

Olá Pessoal!

É com muita satisfação que apresento a vocês Eduardo Boechat, nosso mais novo colaborador. Boechat é Engenheiro Civil formado pela UFMG. É trader, especialista em mercado de capitais, com vasta experiência em bancos e gestoras de fundos brasileiras e estrangeiras. 
Em seu espaço no portal , ele compartilhará sua visão e experiência sobre investimentos usando uma linguagem simples para que os mais inexperientes e os experts tirem proveito do seu profundo conhecimento sobre o segmento.

Bem-Vindo Eduardo Boechat!

Jailson de Sá
Editor

--------------------------------------------

 

Esse é o primeiro texto que escrevo para o Acontecendo Aqui e, pretendo, a cada um que escrever, ajudar você com caminhos reais e insights. O mercado, se encarado da maneira correta, é fonte de diversão e de rendimento. Sim, diversão. Para quem gosta do mercado, muitas segundas são melhores que domingos. E meu objetivo é ajudar você a enxergar isso.
 

Recentemente, fui convidado pela ActivTrades, uma corretora de mercado financeiro inglesa que está se instalando em Florianópolis, a ser um consultor para o mercado brasileiro e desenvolver projetos juntos. A primeira iniciativa seria ajudar na divulgação dos produtos da corretora e, também, na criação de um programa no YouTube para educação financeira. Nunca havia feito esse tipo de interação virtual e senti que isso seria um grande desafio para mim. Vivo o dia a dia do mercado há 21 anos, trabalhando ao lado dos principais gestores de investimentos do Brasil e do mundo. Vários foram colegas, outros meus chefes. Nenhum deles caminhou nessa direção. Todos são (ou foram) gestores de fundos de investimentos ou operadores de mesa de investimentos de bancos. Mas, nenhum está no YouTube contando suas estratégias.

O primeiro passo foi investigar o que há disponível na internet atualmente. Juro que nunca havia assistido nenhum vídeo no YouTube sobre o assunto. Imaginei que o conteúdo deveria ser superficial. Como que pessoas que nunca trabalharam em mesas de bancos poderiam falar sobre esse assunto. O mercado não é brincadeira. Qualquer vacilo e patrimônios são destruídos em um piscar de olhos. Para minha surpresa, existem algumas coisas muito boas. Porém, a grande maioria realiza um marketing direcionado, focado nos indicadores - os famosos algoritmos do YouTube - que trazem mais audiência aos programas. A impressão é que os influenciadores estão sempre em busca dos tais “likes”, enrolando, muitas vezes, para falar algo simples, de forma a manter a audiência por mais tempo. Outro ponto: os conteúdos são sempre muito parecidos e carecem de exemplos práticos, coisas que somente a vivência, na prática, pode ensinar.

Começamos timidamente há alguns meses, com zero propaganda, para testar nosso modelo e treinar a relação com a câmera. Para um leigo total, sem nenhum pré-preparo, falar para um ponto vermelho é um pouco complicado. Tenho me divertido semanalmente fazendo o programa, que ainda tem pouca audiência. Espero agregar àqueles que gostam do trade de ativos financeiros. Conto as minhas técnicas, as minhas vitórias e, mais que isso, as minhas derrotas. O grande lance do mercado é você aprender a conviver com a angústia dos resultados negativos. E tenha certeza, eles virão. É um jogo de sobrevivência. Se você nunca morrer, no fim ganhará dinheiro. O que mais vejo são pessoas que tiveram perdas, por desconhecimento, e hoje criticam o mercado. Ou pessoas que buscam aquela bala de prata para resolver todos os problemas. Isso não existe. O que existe é gerenciamento de risco, tomada rápida de decisões e redirecionamento de estratégias, quando os resultados que esperamos não acontecem.

Existem diversos tipos de investidores. O ideal é você saber quem é. Tem o perfil que se diz agressivo, mas na primeira perda de 2% saca todo o dinheiro. Tem também o contrário. O investidor que quer se arriscar, mas lhe falta experiência. Tem aquele que tem mais tempo para acompanhar o mercado e gosta de ter posições de curto prazo. Tem quem compra papéis de empresas que pagam dividendos e nunca mais olha. De novo, saber o seu lugar na savana te fará sobreviver no longo prazo.

Esse é o primeiro texto que escrevo para o Acontecendo Aqui e, pretendo, a cada um que escrever, ajudar você com caminhos reais e insights. O mercado, se encarado da maneira correta, é fonte de diversão e de rendimento. Sim, diversão. Para quem gosta do mercado, muitas segundas são melhores que domingos. E meu objetivo é ajudar você a enxergar isso.

Eduardo Boechat atua desde 2000 no mercado financeiro, com participação em diversas empresas de investimentos, entre bancos e gestoras de fundos brasileiras e estrangeiras. Engenheiro Civil formado pela UFMG, foi também professor universitário, especializado em mercado de capitais. Instagram @eduardo.boechat
 

Eduardo Boechat

  • imagem de boechat
    Eduardo Boechat atua desde 2000 no mercado financeiro, com participação em diversas empresas de investimentos, entre bancos e gestoras de fundos brasileiras e estrangeiras. Engenheiro Civil formado pela UFMG, foi também professor universitário, especializado em mercado de capitais. Instagram @eduardo.boechat

Notícias Relacionadas