Coluna Emílio Cerri | A verdade bem dita

10 de Maio de 2021

Mais tarde, virou slogan da McCann Erickson

Uma das melhores definições de publicidade nasceu e floresceu dentro da McCannErickson em 1912: "A verdade bem dita". Depois virou "battlecry" da agência e finalmente slogan.

 

Uma análise sem preconceitos contra a publicidade, torna evidente dois pilares da comunicação de marketing:
1. A maneira mais eficaz de destruir rapidamente um mau produto é fazer uma grande campanha sobre ele usando inverdades e outros truques e marquetinagens.
2. A publicidade de sucesso sempre está construída em torno de uma boa ideia, capaz de capturar a atenção, além de ser pertinente e relevante para o consumidor objetivado. Algo que um "comunicado", mesmo apresentado por "celebridades, é incapaz de fazer.

 

Afirmo isso depois de assistir ao "comunicado" da rede de shoppings da Multiplan, estrelado pelo apresentador/jornalista Evaristo Costa e pela atriz Glória Pires, explicando as ações executadas para evitar contaminações por coronavírus (curiosamente não faz menção aos cuidados contra contaminações dentro das lojas).

 

A iniciativa é correta e elogiável. O que temos a lamentar é a perda de oportunidade de criar e produzir um comercial dentro dos princípios da "verdade bem dita". Infelizmente, o que vemos na TV é uma mensagem burocrática sustentada em autoelogios.
 

Criar boa publicidade não é fácil, mas sempre valeu a pena.

Emílio Cerri

  • imagem de ecerri
    Emilio Cerri é publicitário, estrategista de marketing e jornalista, com atuação em agências nacionais e internacionais, além de diversas empresas e meios de comunicação. Também vem realizando palestras em vários estados brasileiros e países da América do Sul. Atualmente é CEO da Marketall Comunicação, um hub de serviços de marketing entre os quais se destaca o "Posicionamento Competitivo". Para esse trabalho, Cerri tem o endosso e apoio da Ries & Ries (Atlanta, USA), consultoria de Al Ries, criador do Posicionamento.

Notícias Relacionadas