Coluna Emílio Cerri | Privacidade e intimidade do consumidor

29 de Abril de 2019

A privacidade terá que alcançar padrões mais elevados, mesmo impostos por regulamentação

Com respeito ao futuro da privacidade e intimidade entre vendedores e compradores, o elemento que se tornou mais valioso e mais vulnerável é a confiança. Os "cães de guarda" dos clientes e dos governos estão em alerta máximo, e uma simples transgressão tem resultados na destruição de muito tempo e esforço investidos na construção do relacionamento.

A privacidade terá que alcançar padrões mais elevados, mesmo impostos por regulamentação. A exemplo de outros países, especialmente da Europa, já temos a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD ou LGPDP) mas a iniciativa tem que partir principalmente das empresas.

Os clientes precisam ter controle do relacionamento em termos de níveis de comunicação e troca de informações. Os desvios das condições pré-acordadas entre as partes (como recomenda o "Permission Marketing") terão custo muito alto, medido em perda de clientes e danos à reputação. 

Como resultados dos custos muito altos por danos à privacidade, as empresas "profissionais" estão investindo mais. Por exemplo, tornam-se mais proativas na comunicação de sua políticas aos clientes e estão atentas ao estabelecimento de limites nas suas interações com clientes.

As formas aceitáveis e a frequência dessas interações devem ser tornar bem mais explícitas do que são hoje, e as empresas darão mais atenção aos processo para garantir o respeito à privacidade e a segurança dos dados mais sensíveis. 

Com certeza, as normas deverão propiciar o desincentivo, mas o que realmente importa é o seguinte: embora haja muitas razões para proteger e respeitar a privacidade, o fundamental é que a gestão das informações constitui o único meio que a empresa possui para estabelecer um relacionamento e criar valor com seus clientes, (Com insights de Don Peppers)

Emílio Cerri

  • imagem de ecerri
    Emilio Cerri é publicitário, estrategista de marketing e jornalista, com atuação em agências nacionais e internacionais, além de diversas empresas e meios de comunicação. Também vem realizando palestras em vários estados brasileiros e países da América do Sul. Atualmente é CEO da Marketall Comunicação, um hub de serviços de marketing entre os quais se destaca o "Posicionamento Competitivo". Para esse trabalho, Cerri tem o endosso e apoio da Ries & Ries (Atlanta, USA), consultoria de Al Ries, criador do Posicionamento.