Coluna Cinema | Concorrentes ao Melhor Filme OSCAR 2021

26 de Março de 2021

Mank, Minari, Judas e o Messias Negro e Bela Vingança são alguns dos títulos que compõem a lista

Vamos maratonar os concorrentes ao melhor filme do OSCAR 2021? Os indicados desse ano são bem diferentes um do outro. Enquanto Mank fala da boicotagem ao roteirista de Cidadão Kane, Os 7 de Chicago falam de intolerância política e perseguição, assim como Judas e o Messias Negro. Já em Meu Pai a história intrigante de um pai problemático e uma filha com atuações impressionantes de Hopkins e Colman até Nomadland e Minari, onde pessoas tentam se ajustar em um mundo novo. Um drama em O Som do Silêncio onde um músico perde a audição e um suspense onde a personagem se revela má em Bela Vingança completam a lista.

Confira: 

Meu Pai: Anthony (Anthony Hopkins) tem 81 anos de idade. Ele mora sozinho em seu apartamento em Londres, e recusa todos os cuidadores que sua filha, Anne (Olivia Colman), tenta impor a ele. Mas isso se torna uma necessidade maior quando ela resolve se mudar para Paris com um homem que conheceu há pouco, e não poderá estar com o pai todo dia. Fatos estranhos começam a acontecer: um desconhecido diz que este é o seu apartamento. Anne se contradiz, e nada mais faz sentido na cabeça de Anthony. Estaria ele enlouquecendo, ou seria um plano de sua filha para o tirar de casa? Ano 2021.

 

Judas e o Messias Negro: A história de ascensão e queda de Fred Hampton (Daniel Kaluuya), ativista dos direitos dos negros e revolucionário líder do partido dos Panteras Negras. Um jovem proeminente na política, ele atrai a atenção do FBI, que com a ajuda de William O’Neal (LaKeith Stanfield) acaba infiltrando os Panteras Negras e causando o assassinato de Hampton. Ano 2021.

 

Mank: A história tumultuosa de Herman J. Mankiewicz (Gary Oldman), roteirista da obra-prima icônica de Orson Welles (Tom Burke), "Cidadão Kane" e sua luta contra Welles pelo crédito do texto do grandioso longa. Ano 2020.

 

Minari: Minari se passa nos anos 80. David (Alan S. Kim), um menino coreano-americano de sete anos de idade, que se depara com um novo ambiente e um modo de vida diferente quando seu pai, Jacob (Steven Yeun), muda sua família da costa oeste para a zona rural do Arkansas. Entediado com a nova rotina, David só começa a se adaptar com a chegada de sua vó. Enquanto isso, Jacob, decidido a criar uma fazenda em solo inexplorado, arrisca suas finanças, seu casamento e a estabilidade da família. Ano 2020.

 

Nomadland: Após o colapso econômico de uma colônia industrial na zona rural de Nevada (EUA), Fern (Frances McDormand) reúne suas coisas em uma van e parte rumo a uma viagem exploratória, fora da sociedade dominante, como uma nômade dos tempos modernos. O filme apresenta nômades reais como Linda May, Swankie e Bob Wells como mentores e companheiros de Fern em sua jornada de exploração pela vasta paisagem do oeste americano. Ano 2020.

 

Bela Vingança: Cassie (Carey Mulligan) é uma mulher com muitos traumas do passado que frequenta bares todas as noites e finge estar bêbada. Quando homens mal-intencionados se aproximam dela com a desculpa de que vão ajudá-la, Cassie entra em ação e se vinga dos predadores que tiveram o azar de conhecê-la. Ano 2020. 

 

O Som do Silêncio: Um jovem bateirista teme por seu futuro quando percebe que está gradualmente ficando surdo. Duas paixões estão em jogo: a música e sua namorada, que é integrante da mesma banda de heavy metal que o rapaz. Essa mudança drástica acarreta em muita tensão e angústia na vida do bateirista, atormentado lentamente pelo silêncio. Ano 2019.

 

Os 7 de Chicago: Baseado em uma história real, o longa Os 7 de Chicago acompanha a manifestação contra a guerra do Vietnã que interrompeu o congresso do partido Democrata em 1968. Ocorreram diversos confrontos entre a polícia e os participantes. No total, dezesseis pessoas foram indiciadas pelo ato. Ano 2020.

 

Gostou dos indicados? Uma coisa é certa, só filmão. Qual deve levar a estaueta?

Envie um e-mail para cinema@acontecendoaqui.com.br ou comente nas minhas redes sociais @jessielodi sua sugestão de pauta.

Até a próxima semana.  

Coluna Cinema

  • imagem de cinema
    COLUNA CINEMA é produzida e publicada semanalmente.pela publicitária Jessie Lodi. Jessie Lodi é formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda pela FAG, especialista em Assessoria de Comunicação e Marketing e Gestão de Negócios. Possui experiência com produção de vídeos, produção de eventos, gestão de contas em agências de comunicação e marketing de associações. Atua no mercado paranaense e catarinense desde 2002 e é apaixonada por cinema. Curta o instagram @jessielodi Para comunicação com a coluna usar cinema@acontecendoaqui.com.br

Notícias Relacionadas