Coluna Ana Lavratti: LIVE com Soraia Zonta, da Bioart

03 de Agosto de 2020

Nas asas da literatura, percebo o quanto histórias reais nos inspiram e transformam

Soraia Zonta fala nesta quarta sobre empreendedorismo e o futuro da beleza

 

Há oito anos, exatamente nesta semana, eu vivia uma glória literária: autografar juntamente com o meu personagem a biografia “Antunes Severo, o menino do arroio Itapevi”, que configurou a maior venda da Editora Insular em noites de lançamento, no ano de 2012. No Palácio Cruz e Sousa lotado ao nível do desconforto, a paciência exigida na fila foi premiada com máxima afinação. Em vez de discursos e protocolos, o Comendador da Comunicação, fundador da ADVB e da agência Propague, nas asas da verve inovadora que sempre demonstrou, preferiu ofertar um super show aos convidados: a big band Stagium 10, ali no palco, ao vivo e a cores, com performance especial da soprano Rute Gebler... coincidentemente minha próxima biografada, quando mais uma vez lotamos o Palácio Cruz e Sousa, em dezembro de 2019, na estreia de “Rute Ferreira Gebler, uma vida em tom maior”.

 

Aqui pensando na sorte que tivemos, de agendar o lançamento para 3 meses antes do lockdown, o que é um prazo muito justo considerando os 3 anos de dedicação à pesquisa, redação e edição da obra, me vejo golpeada pela gratidão. Se esperássemos mais um pouco, para este mês de agosto, por exemplo, quando a Rute comemora aniversário, seria impossível “aglomerar” 60 cantores, sopranos, tenores, contraltos e barítonos, na sessão de autógrafos onde meu coração não batia, galopava, alto e forte, pela satisfação de contar uma história que merece entrar pra história. E como memória incita memória, feito um colar de conchas que o vínculo transforma em joia, me ponho a pensar em todos sonhos que a literatura sanou em mim.

 

Meu primeiro livro, “Seus olhos, depoimentos de quem não vê como você nunca viu”, segue dando frutos 18 anos depois. Lançado com salão lotado, no Music Park que já era hotspot, à época como Xis, a festa rendeu cobertura da revista Caras e entrevista ao vivo para todo o Brasil. Estreando como escritora, lá fui eu, nos estúdios da Band em São Paulo, pegar carona na obra para trazer à luz um tema subestimado, da inserção social. Na sessão de lançamento não foi diferente, com cada convidado sensibilizado, catapultado sem aviso pro labirinto armado no hall, escuro, inseguro. Decidida a abrir os olhos da sociedade para o universo dos deficientes visuais, pelo convívio com a realidade dos meus 11 personagens, acabei transformando a experiência em palestra, conversando com alunos de diferentes idades, em grandes momentos como o Ato Cívico, para a íntegra dos estudantes da Unisociesc. Até que agora, em plena pandemia, descubro que o livro vai ser democratizado. Inserido no projeto Releituras, iniciativa catarinense premiada no programa Luciano Huck no início deste ano, “Seus olhos” já foi gravado, e começa a circular em breve na versão áudio book.

 

Parece emoção suficiente? Mas tem muito mais! “Somos Centenários, memórias dos 100 anos da ACIF” foi lançado em duas ocasiões. Primeiro na festa para os convidados da Associação Comercial, onde toda a recepção da Alameda Casa Rosa mimetizava uma biblioteca com um único volume exposto centenas de vezes, ali, aguardando a hora da entrega como souvenir do jantar de luxo. Depois no Beiramar Shopping, com vários ex-presidentes da ACIF reunidos em torno da obra que não tardou a ser incluída na Cápsula do Tempo, uma das iniciativas nos 100 anos da Associação para perenizar histórias e memórias até os 200 anos, quando a Cápsula será aberta, em 2115. Ufa!! Por essas e por muitas, já estou sonhando com próximo, maior e melhor livro de minha autoria: "Você Mulher Ainda Melhor".

 

Para antecipar a qualidade das minhas 30 personagens, enquanto o livro não vai pra gráfica, elas são minhas convidadas nas LIVEs de quarta-feira, pelo Instagram @AnaLavratti. Nesta semana, dia 5, eu converso com Soraia Zonta, fundadora da Bioart. Com matéria-prima brasileira e mão de obra catarinense, a indústria instalada em Tijucas conquistou a maior certificação mundial para biocosméticos e maquiagens ecológicas, pela qualidade dos produtos sem ingredientes tóxicos, sem teste em animais, sem fragrâncias artificiais, enfim, legítima nutrição pra nossa pele. Conheci a Soraia por acaso, quando contou sua trajetória de afirmação e empreendedorismo em uma imersão em torno da Monja Cohen, e foi impossível não reconhecer ali a autenticidade de uma mulher que nos inspira a ser ainda melhor.

 

Esperamos você no dia 5, às 20h. Siga já @AnaLavratti.

 

Ana Lavratti

  • imagem de lavratti
    Ana Lavratti é Jornalista e Mestra pela UFSC com pesquisa sobre a Notícia em Meio Digital Online. Multiplataforma, acumula experiência em mídia impressa, eletrônica e assessoria de comunicação. Também é escritora, autora de cinco livros e 3 e-books, e atua como colunista social desde 2014. www.analavratti.com.br / social@analavratti.com.br Curta o Instagram @analavratti

Notícias Relacionadas