Coluna Ana Lavratti: #EuMePermito

05 de Março de 2018

#EuMePermito: presente da Scala Iguatemi no Mês das Mulheres

Todas as previsões apontavam meu nascimento pra década que despontava: os anos 1970.

Mas contrariei! Sob as bênçãos de Nossa Senhora de Guadalupe, a Virgem Maria aclamada Rainha do México, Patrona-Imperatriz-Padroeira da América Latina, nasci em 12 de 12 de 1969.

Sonora, a data rima dos números à cadência: 1...2...1...2...

Mas o mais lindo, pra mim, é o que ela representa: dia da Virgem Maria designada em 1999, pelo Santo Papa João Paulo II, a “protetora das crianças que ainda não nasceram”.

Devoto de Nossa Senhora, João Paulo contrariou toda a tradição de lápides em ouro e luxo do Vaticano pra repousar na sede da Igreja Católica sob duas únicas inscrições: “M - Totus Tuus”... “Maria - Todo Teu”.

Quando eu nasci prematura, tão fora de hora que meu pai ficou sabendo fora do Brasil, Nossa Senhora de Guadalupe, tenho certeza, estava comigo... 30 anos antes de virar a “protetora das crianças que ainda não nasceram” ela permitiu que eu nascesse... no dia dela...

 

Cheguei tão pequeninha que quase sem perceber minha mãe já tinha nos braços a Ana Cristina... Euzinha!

Ana Cristina como Santa Ana, mãe de Maria.

Ana Cristina fiel a Cristo, o Filho.

Ana Cristina devota de Maria, que 30 e poucos anos depois mandaria o Marcio, nascido em 2 de 2, Dia de Nossa Senhora dos Navegantes, pra criar comigo uma família cristã.

Mas apesar da fé gigante, continuei pequenininha.

O pé estacionou no 34.

A cintura? Ufa!! Continua fina.

A estatura?? Imagina!! Aos 11 anos minha filha já me olhava de cima.

 

E de tanto não alcançar nas prateleiras,

Perder chances ao meu alcance

porque a discriminação “invisível” é implacável,

fiz uma aliança comigo mesma:

se altura não é um valor que julgo nos outros,

também não será um problema que condeno em mim.

E assim... claro que não cresci, mas compreendi... que em todas as esferas da vida posso escolher as referências, a que me comparar, ressignificar.

Sem corrigir fotos ou manipular fatos, posso dar um sentido sereno ao que parecia sinistro.

 

Relevar, por exemplo, o que não consigo mudar.

Revelar a idade e as rugas e as manchas e me aceitar.

Elevar a auto-estima, que não depende de altura,

Como a consistência não depende de aparência,

E o amor não depende de nada... Quanto mais real, mais incondicional.

Então o que era doloroso... condição da qual não posso fugir,

virou sinal poderoso... a centelha do sentir!

 

Sentir que me sinto bem comigo mesma, mesmo no “apogeu” da beleza,

nos concursos Gata Band e Garota Atlântida, como jurada,

no Miss Mundo e Mister Mundo, com igual compromisso,

e também na frente das câmeras, porque #EuMePermito.

Me permito ser fotografada, com defeitos e sem filtros, pra engordar uma campanha onde magreza não é pré-requisito. Porque no projeto pró-auto-estima-feminina da Lingerie Scala Iguatemi, a beleza não está no tônus nem nos contornos, não está em ser leve mas no que não se mede: um amor próprio alheio a propriedades e pré-requisitos.

 

  • De hoje a 28 de março, a exposição #EuMePermito idealizada pela franqueada da lingerie Scala, Renata Brose, fica em cartaz ao lado da loja no Shopping Iguatemi. De tão feliz com a experiência do ano passado, quando fui fotografada pelo André Sielski, neste ano cedi minha vaga para que outras mulheres também se permitam... mas estarei lá, na plateia, aplaudindo as donas de dezenas de biotipos, fotografadas por Dani Coelho, que se amam como são.

 

Para ampliar as imagens de André Sielski e acionar o slideshow, clique nas fotos da Galeria.

 

ACOMPANHE MAIS POSTS by #ANALAVRATTI NO INSTAGRAM @analavratti e no FACEBOOK @fanpageanalavratti

#EuMePermito: presente da Scala Iguatemi no Mês das Mulheres

Ana Lavratti

  • imagem de lavratti
    Ana Lavratti é Jornalista e Mestra pela UFSC com pesquisa sobre a Notícia em Meio Digital Online. Multiplataforma, acumula experiência em mídia impressa, eletrônica e assessoria de comunicação. Também é escritora, autora de 3 livros e 3 e-books, e atua como colunista social desde 2014. www.analavratti.com.br / social@analavratti.com.br Curta o Instagram @analavratti