Coluna Alisson Barcelos | A pandemia e a reinvenção do Natal Luz de Gramado 

10 de Novembro de 2020

Ajuste, reinvenção, remodelação. O case do evento que usou da capacidade de resiliência para sair da crise

Foto: Divulgação Gramadotur

Assim como todos os eventos que precisaram se reinventar com a chegada da pandemia do novo coronavírus no Brasil, o Natal Luz de Gramado, que há 35 anos movimenta o turismo e o espírito natalino de moradores e turistas da Serra Gaúcha, também passou por modificações para acontecer em 2020. Depois de cancelar os tradicionais espetáculos artísticos pagos, como o show do lago, os desfiles e os teatros musicais, a Gramadotur, a autarquia de Turismo e Cultura da Prefeitura de Gramado anunciou que a edição deste ano seria diferente: que iria investir em decoração, em iluminação, no clima, na beleza e na emoção. 

A decisão desta renovação tem a ver com os protocolos de biossegurança aplicados para o momento. Desde 22 de outubro e até 30 de janeiro de 2021, os turistas terão à disposição uma cidade decorada com mais de 2,5 milhões de lâmpadas de LED, mais de 6 km de mangueiras luminosas, além de refletores, spots, estrobos e projetores. A Vila de Natal e a casa do Papai Noel estão em funcionamento, e as apresentações da Trupe de Natal, a exposição na Rua das Renas, e o Bustour Illumination Show, entre outras atrações, também são realizadas. 

Como qualquer evento grandioso atual, a proposta é de que se evite a aglomeração não promovendo ações que exponham as pessoas a riscos desnecessários. A cidade e o Natal Luz seguem obedecendo as regras estabelecidas no Mapa da Bandeira do Distanciamento Controlado, do Governo do Rio Grande do Sul. A Gramadotur convocou os moradores a enfeitarem suas casas e os empreendimentos de mais de 50 municípios que dependem do turismo e da cultura, também. A autarquia considera que seguindo os protocolos e evitando aglomerações a cidade comunica empatia, e é isso que o público e o patrocinador esperam de um destino responsável. 

E este é o recado para as demais cidades, e especialmente Floripa, que se prepara para a chegada do verão e que vê a cada dia aumentarem os casos de infectados pelo novo coranavírus: empatia e respeito às regras, ao distanciamento, ao uso de máscaras. Precisamos estar seguros para que aqueles que dependem do turismo e dos eventos trabalhem para tentar recuperar os prejuízos trazidos pela pandemia. 

 

Festuris e a primeira edição presencial pós-Covid

Também no Rio Grande do Sul, terminou no último domingo (8) a Feira Internacional de Turismo  de Gramado (Festuris) se destacando como a vanguarda no combate à Covid-19. A organização, desde o primeiro momento, acreditou que é possível preservar vidas e gerar negócios ao mesmo tempo. Assim, levou aos pavilhões do Serra Park um sistema completo de serviços e equipamentos necessários para a higienização do espaço e para a proteção dos participantes. 

De 5 a oito de novembro, foram mais de 6 mil reuniões agendadas por meio do aplicativo do evento. Eram 5 mil participantes, 130 estandes e 1500 expositores distribuídos nos 25 mil m2 de feira. Saúde e economia andando juntas pela recuperação da cadeia do turismo de eventos.

 

Manifesto do setor de eventos aos candidatos em SP

A União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios (Ubrafe) enviou um manifesto aos candidatos à Prefeitura de São Paulo. Uma das entidades representativas do setor, a associação tentou demonstrar a relevância deste mercado para a cidade - principal centro comercial e econômico da América Latina e cidade que sedia as mais importantes feiras e eventos de negócios na América do Sul. 

Segundo a entidade, a pandemia do novo coronavírus trouxe um prejuízo de mais de R$ 280 bilhões à economia do Estado - cerca de 95% do setor é composto de pequenas empresas e autônomos que, com as restrições, ficaram praticamente sem renda. São mais de 25 mil empresas do setor de eventos em São Paulo, o que representa cerca de 160 mil empregos. 

Sem dúvida é necessário debate em relação ao setor em todo o Brasil. A proibição sumária de eventos e feiras de negócios desde fevereiro prejudicou irremediavelmente a vida de centenas de milhares. Nem todos tiveram condições de se reinventar. Infelizmente.

 

Expo Retomada Salvador

Nizan Guanaes, empresários e publicitário baiano, ACM Neto, prefeito de Salvador e Demien Timpério, CEO da GL Events no Brasil são as atrações confirmadas da Expo Retomada Salvador, que ocorre nesta quarta (11). O evento, que tem como objetivo difundir os protocolos de biossegurança para a realização de eventos e apresentar as tendências e as inovações para o mercado, terá área de palestra e de expositores. Mais informações neste link. 

 

Semana Unidos pelo Brasil será online

Está à procura de um evento online que promova a qualificação e o empreendedorismo? Encontrou. Promovido pela Brasil Júnior, a maior organização de empreendedorismo jovem do Brasil para a transformação de negócios, a Semana Unidos pelo Brasil será realizada de 11 a 14 de novembro. É completamente online e gratuita com conteúdo sobre vendas, marketing, negócios, gestão e finanças. Entre os palestrantes confirmados, Luis Jaime Lourenço, head do RD Station; Thalita Gelenske, fundadora e CEO da Blend Edu; Franklin Luzes, vice-presidente de operações da Microsoft Participações, além de líderes de Bradesco,XP.inc e Ambev. As inscrições para o evento, que será 100% online, podem ser feitas neste link.

 

No exterior, linhas de crédito ao setor

Enquanto o Brasil ainda nem saiu da primeira onda da pandemia, na Europa os governos já anunciam linhas de crédito e auxílio para as empresas do setor de feiras e eventos atingidas pela segunda onda de bloqueios. 

Na Alemanha, as feiras estão fechadas desde o início de novembro. Por isso, as empresas do setor receberão uma espécie de indenização pela perda de vendas. Já em Portugal, as organizadoras de eventos culturais, festivos, desportivos ou corporativos terão linhas de crédito de 50 milhões de euros e 20% do crédito será convertido a fundo perdido se forem mantidos os postos de trabalho.

Quer sugerir algum tema para a nossa coluna? Entre em contato pelo e-mail: alisson@sousb.com.br.

Alisson Barcelos

  • imagem de alisson
    Alisson Barcelos Formado em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda com mais de 25 anos de experiência no mercado de eventos. É cofundador da SB+ Eventos, empresa referência em produção de eventos em Santa Catarina e diretor de Eventos Especiais e Confrarias da ADVB/SC. No Portal Acontecendo Aqui, vai falar sobre o que mais entende e ama fazer: eventos, logicamente.

Notícias Relacionadas