Ana Lavratti entrevista a arquiteta Mariana Pesca

27 de Maio de 2021

Mariana Pesca, do elenco da CasaCor SC, é personagem do livro Você Mulher Ainda Melhor

Com a autora, Ana Lavratti, no lançamento do livro no SEBRAE-SC

 

Com 18 prêmios contabilizados em 17 anos de carreira, a arquiteta Mariana Pesca é talento garantido na primeira CASACOR SC em formato híbrido, disponível para visitação física ou virtual de 18 de julho a 29 de agosto no Espaço +UM, em Florianópolis. Personagem do meu livro VOCÊ MULHER AINDA MELHOR, lançado no Dia da Mulher no SEBRAE-SC, a Mariana vai dedicar seu ambiente justamente a uma mulher... Com móveis exclusivos da Bontempo, o Loft Cosmopolitan foi pensado numa mulher contemporânea, sem filhos, mas sempre disposta a receber os amigos. Criar este espaço, versátil e funcional, é mais uma missão para a premiada arquiteta que, aos 14 anos, já cruzava oceanos, refém do seu próprio espírito cosmopolita!

 

Tendo demonstrado total capacidade de adaptação em três colégios diferentes, mobilizando os colegas na organização das olimpíadas e da chapa no Grêmio estudantil, Mariana Pesca ainda era adolescente quando propôs aos pais estudar nos Estados Unidos. Apesar de todas as dificuldades, para acompanhar aos aulas em inglês durante 45 dias, a experiência na Califórnia foi tão positiva que dois anos mais tarde Mariana voltava para os EUA, desta vez para uma jornada de sete meses, durante a high school na cidade de Springfield, estado de Ohio.

 

De volta ao Brasil, a caloura em arquitetura na Unisul descobriu logo cedo o quanto a vocação era genuína. Com ótimas notas, a ponto de obter desconto de 50% na mensalidade durante um ano, como bônus por ser duas vezes a aluna com melhor desempenho, Mariana ainda esticou as férias para voltar aos Estados Unidos, onde trabalhou por quatro meses numa estação de esqui. Sempre falante e confiante, inspirada no exemplo proativo das mulheres da família – como a vó Antonieta que se adaptou à rotina em diferentes países, acompanhando a formação acadêmica do marido, e como a mãe, Ana Maria, que mudou do cenário à faculdade quando o casamento a impeliu a trocar Porto Alegre por Florianópolis – Mariana desde cedo já conciliava o estudo e o estágio.

 

Com um perfeccionismo natural, buscando a solução ideal naquilo que é aparente e também no que é invisível – convencida de que um projeto eficiente, que se sobrepõe à estética, repercute em economia, ergonomia e funcionalidade – a arquiteta acabou atraindo mais e mais clientes. E foi assim, sem planejamento prévio e com determinação de sobra, que nascia o negócia e a marca Mariana Pesca Arquitetura. Detentor de 18 prêmios, o escritório já venceu concursos da Deca, Saccaro, Artefacto, Bontempo, o Top 100 Kaza, a CasaCor e várias premiações do Núcleo Catarinense de Decoração.

 

O maior prêmio, nesses casos, é o passaporte para o aprendizado, integrando missões culturais com vista para o mar do Caribe – na República Dominicana e no México – em Miami e Montreal, na América do Norte, em Berlim, Milão e Portugal, na Europa, em vários destinos da América do Sul, como Havana, Punta Del Este, Santiago e no Deserto do Atacama, sem esquecer do deserto onde a arquitetura é quase uma miragem: Dubai. Para quem pensa que o doce sabor da vitória emerge apenas da prancheta, Mariana reserva outras surpresas. Também venceu a Batalha Gourmet da loja Espaço Gourmet e, como mentora de seis equipes no Concurso Archaton, comemorou comovida o duplo prêmio dos seus pupilos: uma vaga na CasaCor e uma viagem para a feira Art Basel, em Miami.

 

O ritmo, acelerado, não impediu que discernisse quando era hora de frear. Ao se casar com Fábio Santos, Mariana ganhou mais do que um marido. O enteado, Vitor Schmitt dos Santos, já integrava a rotina desde quando era bebê. Oito anos mais tarde, tendo enfrentado barreiras que não raro impedem uma gestação, como a endometriose e a pré-eclâmpsia não prevista, foi a vez do Theo Pesca Eloy dos Santos ampliar a família, induzindo a mãe a descobrir mais talentos. Em tudo o que se envolve, Mariana deposita o coração e a criatividade, a ponto de as frutas enviadas para o lanche da escola – legítimas esculturas temáticas – serem quase uma “atração turística” entre os colegas do Theo.

 

Ativa em diferentes entidades, à frente de uma startup, para desenvolver uma solução em arquitetura próxima do Mínimo Produto Viável, Mariana cuida da família, do escritório, do conjunto e também do próprio espírito, para conter o grau de exigência, sempre em alta rotação. Única arquiteta entre as personagens do meu livro, VOCÊ MULHER AINDA MELHOR, a Mariana foi a primeira a chegar na sessão de autógrafos, já a caminho do “canteiro de obras”, e conversou comigo – na entrevista abaixo – sobre empreendedorismo e os legados da pandemia.

 

 

 

 


 

 

Para saber onde encontrar o livro mais próximo de você, acesse www.analavratti.com.br

ENTREVISTA: Gravação e edição da Canal 3 / TV Sebrae

FOTOS: Gabriela Müller

 

Mariana Pesca
Jornada precoce, com intercâmbio aos 14 anos

Notícias Relacionadas