CANNES 18 | Assista à várias palestras do Cannes Lions ao vivo sem sair de casa

14 de Junho de 2018

 

Você não precisa ir até a Riviera Francesa para ter um gostinho do que está rolando no Cannes Lions de 2018. A organização confirmou os eventos que serão transmitidos ao vivo, pelo Youtube, para qualquer pessoa no mundo que quiser assistir. 

A iniciativa tem a parceria da agência digital MindShare e o Youtube e trará três eventos de cada dia do festival, que acontece de 18 a 22 de junho.
As escolhas foram eleitas por três grupos: executivos da área de marketing, os organizadores e por fim o público. Veja então, dia a dia, quais foram as escolhas e lembre-se: caso você não consiga pegar ao vivo – são cinco horas de diferença para o horário de Brasília, não tem problema, você pode assistir mais tarde.  
18 de junho

A palestra escolhida pelo público foi a de David Droga, fundador da Droga5, que falará sobre como coisas que deveriam ser básicas em meios como o corporativo, como ética, compaixão, empatia, estão sendo deixadas de lado. Como a criatividade e iniciativas podem consertar esse problema? Essa é uma das perguntas que irão surgir.
A escolha dos organizadores é a palestra com Michael Wolff, autor do livro “Fogo e Fúria, Por Dentro da Casa Branca de Donald Trump”, e que será entrevistado pela lenda do mundo da publicidade, Jeff Goodby. Discussões sobre o mandato do polêmico Presidente americano e o papel do jornalismo na era das redes sociais ditarão o tom da conversa.
E por fim, a escolha dos líderes criativos neste primeiro dia é uma palestra liderada pela empresa Adobe sobre a criatividade na era da Inteligência Artificial. Como esses mundos convivem?

19 de junho
As escolhas do dia 19 são igualmente interessantes. A seleção dos líderes é uma espécie de descascar a cebola dos novos termos tecnológicos – big data, ecossistemas digitais – para chegar na raiz da criatividade:  o que somos, o que fazemos e onde queremos chegar. E como saber a resposta para isso é o que vende produtos.
Na escolha do público, a CEO do Youtube, Susan Wojcicki, vai falar sobre brand building e como lidar com audiências digitais e até sobre uma possível era de ouro da música que se aproxima. 
E por fim, a escolha dos organizadores trará uma discussão sobre como mudar a mentalidade de um profissional, de alguém que quer consolidar negócios para alguém que busca o constante crescimento e inovação. Há como fazer isso? 

20 de junho
A escolha do público para o primeira palestra é uma conversa de fundadores sobre o case de sucesso da Unilever, que tem mais de um século de existência, e como fazer uma marca sobreviver a tantas mudanças de negócios, pensamentos e pessoas.
A escolha da organização para a quarta-feira é uma apresentação de cases de sucesso sobre marcas que conseguiram se transformar e reinventar de dentro para fora para melhor se adaptar ao seu ecossistema. 
E por fim, uma discussão vital em 2018: as empresas de tecnologias incentivam ou sufocam a criatividade e a economia? Empresas como Facebook – representada na palestra – enfrentam acusações de monopólio e sofrem golpes na sua imagem. Há espaço para ser otimista com o que essas empresas trazem para o mundo?

21 de junho 
A votação do público para a quinta-feira com certeza tem muito a ver com o nome da empresa. O Google vai abrir o jogo sobre como a criatividade está moldando seus novos produtos, que chegarão logo para bilhões de pessoas.
A escolha da organização é algo basicamente imperdível. Você provavelmente ouvirá pela primeira vez sobre o LDH (Love + Dream + Happiness), uma produtora de eventos e criadoras de conteúdo que vai balançar o mundo do entretenimento mundial, depois de ter grande sucesso na Ásia.
E seguindo a história de cases da Ásia, conheceremos sobre o Tencent, portal de serviços de internet da China que tem na palavra disrupção basicamente como lema. 

22 de junho
E por fim, as palestras no dia 22 não deixam a peteca cair e fazem sua audiência ser basicamente obrigatória, só precisando entrar no Youtube. Gretchen Carlson, que assumiu a organização do Miss America, vai explicar como esse evento e a marca vão mudar e nos próximos anos visando o empoderamento feminino.
O segundo evento será um tratado sobre o poder da confiança e como ele move barreiras e rompe com preconceitos, mudando o mundo. A questão aqui é de impacto e como alcançar ele.
E a última palestra a ser transmitida tratará sobre como a criatividade pode redefinir a imagem do feminino e do ser mulher, dando poder e o espaço para as mulheres criarem essa nova construção.