10 dicas para você ganhar um leão em Cannes | DescompliCannes

09 de Abril de 2018

 

Recentemente, o Estadão, representante do Brasil no Cannes Lions, produziu e distribuiu um guia com dicas de inscrição de peças para fortalecer ainda mais as chances das agências e empresas brasileiras no festival deste ano.  O AcontecendoAqui separou 10 dicas importantes deste E-book para ajudar você a ganhar um leão em Cannes. Quer conferir?

  1. Defina um orçamento para inscrever suas peças em festivais

O orçamento é fundamental para que você possa se planejar durante todo o processo de inscrição. Quando você defini-lo, saberá exatamente qual será o número máximo de inscrições, vídeo-cases inscritos e a qualidade da produção das peças que serão apresentadas, bem como também na escolha delas.

E por falar em orçamento, considere contratar um profissional que cuide do seu processo de inscrição, bem como produtoras que elaborem vídeos-cases e uma equipe que prepare as peças de apresentação e a tradução de todo o material. Por isso que é fundamental fazer um bom planejamento sobre os custos.

  1. Selecione peças criativas

Selecione as peças criativas já produzidas e veiculadas no Festival dentro do período de 01/03/2017 a 30/04/2018. Então, separe as peças válidas para o Cannes Lions 2018 e selecione as que, juntamente com a sua agência, você acreditar terem um diferencial inovador e criativo.

Peça também a opinião de outros profissionais da área, pois quanto mais feedbacks tiver, maiores serão suas chances de entrar para a competição nesse evento. Não se esqueça dos jurados dos anos anteriores, eles podem te ajudar muito nessa questão.

Se desejar, publique a sua campanha em sites que avaliam peças publicitárias e confira a avaliação de diferentes profissionais. Dessa forma você saberá se a sua ideia é bem interpretada por outras culturas e tipos de mercado.

Além disso, é uma forma de saber se alguém já desenvolveu uma campanha parecida em outro país, pois isso poderá te prejudicar perante os jurados.

  1. Defina com atenção qual será a categoria mais adequada para seu trabalho

É natural que você considere a categoria que julga ser menos competitiva para inscrever a sua campanha. Porém, atente-se ao fato de que a sua inscrição poderá ser ignorada ou modificada na fase do pré-julgamento.

Isso pode ocorrer se a sua inscrição não tiver características ou subcategorias corretas, já que esse é um festival bastante rigoroso. Lembre-se de que o festival para esse ano possui um novo regulamento. Conforme ele, você pode inscrever cada campanha para até seis categorias.

Então, considere a possibilidade de inscrever o seu trabalho no máximo de categorias e subcategorias possível. Basta avaliar as principais características que tornam o seu trabalho um case de sucesso. Reflita com atenção sobre as melhores opções antes de se inscrever.

  1. Crie uma peça de apresentação criativa como a sua campanha

A sua peça de apresentação digital precisa de um layout limpo e que passe um resumo da ideia, implementação e resultados. Para cuidar da produção de todo o material, você pode contar com um redator e um diretor de arte.

Lembre-se de que sua ideia tem que ser original, forte e sugestiva para poder ser selecionada entre as melhores na hora da inscrição. Use uma fonte de texto que ajuda na leitura e invista em palavras de uso comum. além disso, o design precisa ser claro, focando na hierarquia de informações e imagens.

É preciso convencer os jurados de que ela merece o prêmio, já que é inovadora e prende a atenção do início ao fim.

  1. Faça uma adaptação das peças de apresentação e todo o material de apoio para as categorias escolhidas

Adaptar o seu trabalho para cada categoria escolhida é um passo muito importante para ganhar um leão em Cannes. Use a sua criatividade na hora de contar a história para que faça sentido a cada uma delas.

 Faça as mudanças necessárias para que o seu case seja contado diferente para cada peça de apresentação, mantendo o foco no Júri de Media. Deixe em destaque os principais fatores da categoria para que sejam considerados a esse grupo de jurados e cuide para que um mesmo material não seja enviado a categorias diferentes.

  1. Seu vídeo-case deve ser incrível e com até dois minutos

Lembre-se de que o Festival é bastante rigoroso e não aceita mais vídeos com mais de dois minutos de duração. Então, nada de enrolação e vá direto ao assunto explicando o processo da campanha e informando o conceito, solução e resultado que ela traz.

Não se esqueça de investir em uma linguagem curta e universal, com um roteiro claro e direto para que o juro entenda a sua ideia e se ela funciona mesmo. Outro ponto importante é o fato de que os jurados não conhecem a forma de consumo no Brasil, então, mostre cada detalhe.

Vale usar música ou uma voz efetiva, bem como legendas com excelentes traduções, caso o material seja produzido com o idioma do país de origem.

  1. Convença os jurados em até 30 segundos

Esse é o tempo suficiente para que os jurados gostem ou não da sua campanha. Portanto, use linguagem direta e que agregue a ideia principal no vídeo. Não deixe os jurados dispersos, pois não importa quantos vídeos eles assistiram, o seu precisa contar bem a história e de forma surpreendente.

Apresente a solução do seu trabalho, fazendo-os sorrir, chorar e se emocionar com o seu vídeo.

  1. Apresente no seu vídeo como os apps para web e dispositivos funcionam

Faz muita diferença mostrar como usar os aplicativos em seu vídeo. Se preferir, filme alguém usando o seu programa no celular para passar uma ideia aos jurados de como as pessoas interagem com ele.

Seja sempre claro nos detalhes e use a criatividade e execução da ideia. Aproveite e envie a url do seu vídeo-case, websites e aplicativos para o jurado, mas nunca envie páginas de apresentação.

  1. Foque na qualidade da tradução e adaptação de suas peças

Tenha um conhecimento pleno dos termos utilizados em inglês em sua campanha. Você pode contratar uma agência de tradução para ajustar a sua ideia à ideia criativa para o inglês. Jamais utilize uma simples tradução.

  1. Não invista em campanhas fantasmas

Qualquer campanha que deixe os jurados na dúvida sobre a sua existência será desconsiderada. Portanto, não crie campanhas apenas para levar um prêmio. Lembre-se de que terão muitos jurados brasileiros que estarão atentos para garantir que tal crime publicitário não ocorra.

Ainda que uma campanha passe despercebida nesse momento, existem grandes chances de que ela seja expurgada depois da premiação.

 

O material foi escrito por Guilherme da Luz, publicitário e eterno admirador de Festivais de Criatividade. O profissional já participou diretamente da organização do Cannes Lions e D&AD (Festival de Londres). Prestou também consultoria sobre inscrições em festivais para diversas empresas, como SapienNitro, Banco de Eventos, Tintas Coral, JWT (Brasil), F/ Nazca, Landor (Cincinatti), Y&R (Malásia), TBWA (Berlin), entre outras. Escreve o Guia Cannes Lions para o Estadão desde 2012 e participou das últimas 6 edições do Cannes Lions realizando a cobertura do evento para o portal AcontecendoAqui