Cervejaria de Brusque expande e se faz presente em todo litoral catarinense

11 de Janeiro de 2017

O investimento da Zehn Bier, durante 2016, de aproximadamente R$ 700 mil em marketing, estruturação da área comercial, manutenção e reestruturação de equipamentos na fábrica, adequação à legislação e conquista de novos mercados está dando muito certo. A empresa fecha o ano com presença em todo o litoral catarinense. Além de estar nas grandes redes de supermercados, o chopp também pode ser encontrado nos principais bares e restaurantes dessas cidades. Entre eles, no Porto Grill, Oficina do Sabor, Casa da Lagosta, entre outros na região. A expectativa é de um crescimento de cerca de 40% nos volumes de comercialização na região litorânea.

Mesmo em um ano de crises, econômica e política, a Zehn Bier registrou um crescimento de aproximadamente 40% com relação à produção de 2015, que foi de 25 mil litros em média mês para os 35 mil litros media mês atuais. “Para 2017 os planos são os melhores.  Estaremos marcando presença também nos estados do Paraná e São Paulo. Este ano chegamos ao Rio de Janeiro”, conta o diretor comercial, Edson Bruning.

Vai fazer dois anos que os atuais gestores, Edson Bruning e Fernando José de Oliveira, estão a frente da cervejaria Zehn Bier e têm trabalhado com afinco para que a cerveja artesanal de Brusque volte a ser encontrada em todo o País. Já no primeiro ano de atuação a produção tinha pulado de 6 mil para 25 mil litros mensais. “Nossa expectativa inicial era de alcançar 30% de crescimento este ano e foi atingida, o que nos deixa muito felizes”, comemoram os  administradores.

 Mercado em expansão

De acordo com Oliveira, ainda há um amplo mercado de expansão para as cervejas artesanais. “Hoje, não representamos nem 1% do mercado nacional de cervejas. Portanto, as artesanais ainda têm um longo caminho a percorrer. Se a situação econômica do País não estivesse tão complicada, poderíamos, com toda certeza, falar em um crescimento de 50% ao ano”, avalia. Os diretores lembram que em alguns países, como os Estados Unidos, por exemplo, as artesanais já representam 15% do mercado cervejeiro. Na região, as 18 cervejarias artesanais juntas planejam investir até o próximo ano cerca de R$ 12,5 milhões.  

Cervejas

A fabricação do chopp e das cervejas Zehn Bier segue as tradições germânicas, utilizando como matéria-prima quatro ingredientes: o malte, o fermento, o lúpulo e a água, que não são filtrados e não possuem conservantes. Tudo é feito de forma artesanal e cuidadosa por um mestre cervejeiro experiente. Atualmente, a empresa oferece, além dos chopes tipo Pilsen e Porter, as cervejas Pilsen Extra, Weizen, Porter, Heller Boc e IPA.