Oi lança aplicativo que inclui o 9º dígito automaticamente nos celulares que mudarão a partir do dia 6 de novembro

31 de Outubro de 2016

Os usuários de telefone celular no Rio Grande do Sul (51, 53, 54 e 55), Santa Catarina (47, 48 e 49) e Paraná (41, 42, 43, 44, 45 e 46), poderão contar com a ajuda de um aplicativo criado pela Oi para inserir automaticamente o dígito 9 na frente dos números que sofrerão alteração, a partir do dia 6 de novembro. Disponível para clientes de qualquer operadora, o aplicativo Oi 9º Digito está disponível para download na loja de aplicativos da Apple Store, para usuários do iOS, e na loja de aplicativos da Google Play, para usuários do Android. A mudança do número de celular de oito para nove dígitos já foi feita nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará, Roraima, Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Acre e Rondônia e atende a resolução nº 553 da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), de 14 de dezembro de 2010.

Com o aplicativo, o usuário pode formatar os contatos e inserir o código do estado, facilitando as chamadas quando ele estiver fora de sua cidade. Também será possível programar a  inclusão do código do país 55 na agenda para efetuar chamadas do exterior em períodos de viagem. Basta indicar no próprio aplicativo a data limite para a duração desta configuração. Nesta data o aplicativo irá emitir uma notificação lembrando o usuário de voltar ao padrão original da agenda, sem o 55.  Outra funcionalidade é a possibilidade do usuário escolher qual será o DDD que o aplicativo irá acrescentar nos contatos da agenda que estão salvos sem o DDD.

A Oi mobilizou equipe multidisciplinar das áreas de Engenharia, TI, Novos Negócios, Comunicação e Relacionamento com o Cliente para garantir o bom funcionamento dos serviços e o atendimento durante a transição do sistema. Na primeira fase de implantação, as chamadas para telefones celulares realizadas com apenas oito dígitos ainda serão completadas para adaptação das redes, mas o usuário ouvirá uma mensagem orientando sobre o novo formato de discagem. Numa segunda etapa, o cliente ainda ouvirá uma mensagem de orientação, porém a chamada não será completada. Após o período de transição, as discagens com oito dígitos não serão mais permitidas.