"Marca Brasil" perde 3 posições em ranking que avalia 50 países

13 de Dezembro de 2016

Em ano de Olimpíada no Rio, o Brasil perdeu 3 posições no em ranking que compara de a percepção global acerca de 50 países. A "marca Brasil" segue como a nação mais prestigiada da América Latina, mas caiu da 20ª posição em 2016 para a 23ª posição em 2016, segundo ranking da consultoria GFK. As informações são do G1.

Com a queda, o Brasil foi ultrapassado pela Rússia e deixou de ser o mais bem colocado entre os BRICs. Na América Latina, os países melhores posicionados, depois do Brasil são Argentina (27ª), México (33ª) e Chile (36ª). Os Estados Unidos seguem na liderança, seguidos por Alemanha e Reino Unido. Canadá superou a França neste ano e assumiu o 4º lugar.
Segundo o ranking Anholt-GfK Nations Brand Index 2016, dentre os 50 países avaliados, o Brasil foi o que registrou o 2º maior declínio em sua pontuação geral em relação ao ano passado, perdendo apenas para a Turquia, que passou do 34º para o 39º lugar.

O ranking foi elaborado a partir de 20.353 entrevistas realizadas em 20 países desenvolvidos e em desenvolvimento. Os entrevistados avaliaram 23 atributos nacionais, agrupados em seis quesitos: exportações, governança, cultura, população, turismo e imigração/investimento.
De acordo com o estudo, a avaliação do Brasil foi afetada pela crise institucional e econômica, que levou o país a cair da 26ª para a 31ª posição na dimensão governança. O atributo brasileiro melhor avaliado foi a cultura, que ficou na 11ª posição no ranking global.

 

Foto: AFP