Conar abre processo para julgar campanha "Gente Boa Também Mata"

11 de Janeiro de 2017

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) decidiu abrir nessa terça-feira (10) processo para julgar a polêmica campanha "Gente boa também mata", criada pela agência Nova/sb para o Ministério dos Transportes.

O processo foi aberto a partir de reclamações de consumidores, que acusam a campanha de promover associação indevida entre pessoas que praticam boas ações e aquelas que matam no trânsito, e pedem a retirada de todas as peças publicitárias. Segundo as queixas, a campanha "denigre a imagem de pessoas que lutam pela sociedade".

Segundo o Conar, a previsão é que a campanha seja julgada em até 40 dias pelo conselho de ética do órgão que autorregulamenta a publicidade no Brasil. Até o momento, não houve nenhuma decisão em caráter liminar pelo relator do processo.