Coca-Cola se recusa a retirar cartazes homossexuais em festival de música na Hungria

08 de Agosto de 2019

Marca foi alvo de críticas por partido conservador do país

Na Hungria, cartazes da Coca-Cola que retratam casasis homossexuais com a hashtag #loveislove foram criticados.

As peças estão seno expostas durante um evento musical, o Sziget Festival de Budapeste.

A campanha foi atacada por sites de notícias que apoiam o partido nacional conservador Fidesz, dizendo que a marca promove o amor entre pessoas do mesmo sexo.

O parlamentar do Fidesz, Istan Boldog, pediu em um post no Facebook um boicote aos produtos da Coca-Cola e um grupo anti-aborto reuniu cerca de 25 mil assinaturas em uma petição online que pede a retirada dos cartazes.

A marca se manteve firme e se recusou a recuar afirmando que as peças realmente passam uma mensagem.Em comunicado ela afirma que "Nossa crença de que todos têm o direito de amar e que o sentimento de amor é o mesmo para todos".