Campanha gaúcha sobre doação de órgãos ganha visibilidade nacional

29 de Novembro de 2019

Ação da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre recebeu o Prêmio Aberje na categoria Sociedade

A Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre recebeu, na noite de segunda-feira (25/11), o Prêmio Aberje - Associação Brasileira de Comunicação Empresarial na categoria Sociedade. Após ganhar a regional Sul, o case “O Último Primeiro Sonho” (relembre aqui) foi defendido em uma banca em São Paulo, em outubro, que resultou no prêmio nacional, cuja divulgação ocorreu em evento na Casa Bisutti, também na capital paulista.

O trabalho inscrito pela Santa Casa – um case feito em parceria com o Sport Club Internacional - conta a história de Liedson, um paciente do Hospital da Criança Santo Antônio, de apenas 13 anos, que acabou falecendo enquanto estava na fila de espera por um transplante de coração. Liedson era “torcedor roxo” do Internacional, e seu grande sonho era conhecer o jogador D´Alessandro. Devido à fragilidade de sua saúde, a equipe médica desaconselhou o encontro entre fã e ídolo. Este encontro nunca aconteceu, pois o coração de Liedson acabou não resistindo à espera por um novo órgão. Como forma de homenageá-lo e conscientizar a sociedade quanto à causa da doação de órgãos, seu sonho foi realizado de uma forma muito especial: seus pais e irmãos conheceram o craque colorado em uma emocionante visita ao Estádio Beira Rio.

O vídeo “O Último Primeiro Sonho” integrou, em dezembro de 2018, a premiação institucional do hospital que reconhece, anualmente, as melhores práticas em relação à experiência dos seus pacientes. A ação ganhou grande repercussão na imprensa e nas redes sociais, alcançando, até hoje, mais de 1 milhão de visualizações. O resultado da exteriorização desta história traduziu-se no mês seguinte: das 26 famílias abordadas na Santa Casa, somente cinco negaram a doação de órgãos de seus familiares. 

Assista ao vídeo da ação: