Homem processa Uber por supostamente ter causado seu divórcio

10 de Fevereiro de 2017

Para um homem na França, uma falha na segurança do Uber causou danos gigantescos à sua vida pessoal. Danos, segundo ele, no valor de 45 milhões de euros.

Ele está processando a companhia porque o aplicativo enviava notificações ao celular de sua ex-esposa sobre suas viagens, com informações sobre trajeto e horário das corridas.

Eventualmente, ela desconfiou que ele estava a traindo e se divorciou, de acordo com o jornal francês Le Figaro.

O usuário teria feito o login no Uber pelo celular da sua esposa, mas ela continuou a receber as notificações de viagens mesmo depois que ele havia saído do aplicativo.

Segundo a Exame, o jornal The Local  informou nesta semana que usuários de Android podem ficar tranquilos, pois a falha está supostamente limitada a aparelhos iOS que tenham a última versão do aplicativo.

Um porta-voz do Uber na França afirmou que “o Uber não comenta publicamente sobre casos individuais, especialmente aqueles que envolvem questões como um divórcio de um casal”. Saiba mais: Com aumento de queixas, Uber enfrenta crise de reputação no país