Inovação | Anúncio da Mastercard na Globo adota formato nativo do digital

04 de Julho de 2019

Empresa é a primeira a veicular anúncio com duração de 6 segundos, uma novidade na Globo

A Mastercard é a primeira empresa a veicular uma campanha com o novo formato de vídeo da Globo, com duração de 6", sob caráter de mídia avulsa em grade nacional. Intitulada “aproxime”, a campanha destaca o pagamento via tecnologia por aproximação. Com uma mistura de on e off, a novidade exibe o tempo de um anúncio no estilo Bumper Ad na televisão. A criação é da WMcCann.

“Como uma empresa de tecnologia, nós da Mastercard estamos sempre atentos a novas formas e formatos no que tange inovação. Na área da Comunicação e do Marketing temos o mesmo espírito criativo e inovador. A campanha “aproxime” foi criada para mostrar os atributos e a versatilidade dos pagamentos por aproximação. Fácil, prático e seguro, o pagamento por aproximação é mais uma alternativa de tecnologia para os consumidores e é ideal para as situações em que precisamos de agilidade.  A campanha “aproxime”, além de chamar a atenção para o principal atributo da tecnologia, também é um convite para as pessoas se aproximarem e para elas começarem o que não tem preço”, esclarece a Vice-Presidente de Comunicação e Marketing da Mastercard Brasil e Cone Sul, Sarah Buchwitz.

“Este movimento tangibiliza a predisposição do mercado em reconhecer e adotar novas práticas mais maleáveis e consonantes com o momento de atenção fragmentada do consumidor. A secundagem passa a ser uma consequência do propósito da mensagem, e não uma premissa para pautá-la”, ressalta o VP de mídia da WMcCann, André França. “É importante as marcas terem a oportunidade de dinamizar a narrativa e adaptar o discurso conforme for mais conveniente aos seus negócios. Formatos snackable e estímulos bite-sized também têm um papel fundamental em estratégias upper-funnel cativas do offline”, completa.

“A mudança nos hábitos de consumo de conteúdo já se consolidou. E ela tem impactado também a relação dos consumidores com as marcas. Hoje, diferentes telas já fazem parte do cotidiano das pessoas, que buscam por boas histórias independentemente da plataforma em que estão. E os formatos comerciais, para que as marcas possam atrelar suas mensagens a conteúdos relevantes, precisam acompanhar essa evolução, essa quebra de barreiras entre os ambientes off-line e digital. É isso que a disponibilização de espaços de seis segundos na programação da Globo significa: inovação para acompanhar os movimentos da sociedade e as demandas do mercado”, afirma o diretor de Negócios Integrados Globo, Eduardo Schaeffer.