Airbnb cancela reservas de hóspedes neo-nazistas

14 de Agosto de 2017

Uma notícia que tomou conta dos noticiários de todo o mundo, foi a caminhada racista e xenofóbica que aconteceu na  cidade de Charlottesville, na Virginia.

Frente a isso, o Airbnb teve uma iniciativa que fez valer sua postura de inclusão: alegando violação dos termos de uso, cancelou reservas e bloqueou as contas de usuários que pretendiam se hospedar na cidade para participar da marcha racista.

Como reportou o Gizmodo durante a semana, a empresa verificou cada perfil interessado em residências em Charlottesville, identificando assim quais faziam parte do movimento Unite the Right. Segundo o Airbnb, suas contas foram canceladas por comportamento anti-ético.