Missão Suécia | Parceria firmada em Jönköping incrementará geração de negócios em SC

17 de Maio de 2017

Rodada de Negócios em Inovação em parceria com o Science Park é uma das propostas

Empresários que compõem a comitiva catarinense que participa da Missão Suécia, realizaram visita nesta quarta-feira ao Science Park, instalado na Universidade de Jönköping, internacionalmente reconhecida como um referência em inovação e negócios. A instituição  tem como principal foco a  capacitação de jovens universitários que vivenciam na prática a interação com empresas de pequeno, médio e de grande porte. Por ano são criadas no Science Park cerca de 300 novas empresas com foco no desenvolvimento de produtos e suporte para solução de demandas externas de empresas até mesmo de fora da Suécia.

Como resultado prático da visita ficou definida a construção de uma parceria para a realização de uma Rodada de Negócios em Inovação no Brasil voltada à startups e empresas inovadoras. "O interesse é mútuo, percebemos que muitas práticas realizadas no Brasil estão alinhadas à boas práticas realizadas na Suécia, vamos enriquecer ainda mais este relacionamento entre os dois países", destaca o empresário Miguel Rivero Neto, diretor da VEC, uma das co-realizadoras do Missão Suécia. Rivero será o diretor responsável pela viabilização da parceria.

 "Esta agenda cumprida pelos catarinenses no dia de hoje, abre caminho para acordos internacionais de trocas de experiência entre Brasil e Suécia na área de T.I., onde Santa Catarina já se destaca no cenário brasileiro e poderá avançar ainda mais com esse intercâmbio", destacou o organizador da Missão, Adm. Eduardo Bridi.

Outro compromisso na agenda dos brasileiros foi o encontro com o secretário da Indústria e Comércio de Jönköping, Sven Rydell. O secretário demonstrou a experiência sueca em diferentes áreas e falou sobre a importância do trabalho conjunto entre público e privado para acelerar o crescimento da nação, "para chegarmos a este momento em que somos referências mundiais em qualidade de vida, tecnologia e educação, foi necessário criar um ambiente de cooperação entre cidades, sociedades e empresas. Essas parcerias tornaram a Suécia um sucesso mundial", explicou Sven Rydell. O coordenador da Câmara de Gestão Pública do CRA-SC, Adm. João Alfredo Campos Júnior, relacionou o trabalho desenvolvido na Suécia ao modelo catarinense, "visitamos hoje a instituição que corresponde à Secretaria de Industria e Comércio dos nossos municípios, para seguir o modelo nórdico, precisamos intensificar a busca por de parcerias e troca de investimentos, além de levar as universidades para dentro das empresas e também o contrário".

Os brasileiros conheceram também o projeto de construção de uma interligação com trem de alta velocidade, entre as 3 maiores cidades da Suécia, incluindo Jönköping. O trem irá diminuir tempo e custos para deslocamento da população e de produtos entre os municípios. Os trabalhos são conduzidos por meio de empresas privadas, verbas governamentais e apoio da Universidade da cidade. A previsão de conclusão é para 2035.
 
 
No período vespertino foi a vez de conhecer o Museu da Husqvarna. A empresa é líder global em equipamentos para manejo de florestas, gramados e jardins. Fundada em 1689 na Suécia, tem elevada responsabilidade em questões ambientais. “Saber mais sobre uma empresa que atua há mais de 350 anos como líder de mercado foi uma honra, assim como na visita à Eletrolux, conhecemos companhias que utilizamos no nosso dia a dia e o modo como trabalham. Levaremos para nossas empresas em Santa Catarina lições valiosas sobre inovação e processos”, exaltou Ronaldo Benkendorf, diretor-presidente do Grupo Orbenk.
 
Atualmente emprega cerca de 15.700 funcionários em todo o mundo e leva a todo planeta, uma preocupação intensa sobre o processo de produção, com objetivo máximo de preservar o meio ambiente. “A Husqvarna comprovou um dos principais pontos buscados pela organização da Missão, a importância da resiliência nas organizações. A empresa buscou na inovação, qualidade e transparência, uma forma de se manter competitiva no mercado mesmo depois de 350 anos de sua fundação”, afirmou o presidente do CRA-SC, Adm. Evandro Fortunato Linhares.

Nesta quinta-feira o grupo irá conhecer a cidade de Boras, que recicla, 99,6% do lixo produzido. A coordenação da Missão Suécia é do Conselho Regional de Administração de SC.

Reportagem e imagens, Rute Enricone