ESPM Rio apresenta material didático para editais de fomento a startups da Economia Criativa

17 de Fevereiro de 2020

Guia traz recomendações tanto para quem deseja participar quanto para quem elabora estes documentos

Após verificarem que muitos empreendedores perdem oportunidades de investimento por não saberem entender editais, pesquisadores de dois núcleos de estudos da ESPM Rio, o Laboratório de Cidades Criativas (LCC) e o Laboratório de Inovação, Informação e Interação (Lab3ai), desenvolveram um guia didático e instrucional para auxiliar na elaboração e participação de editais de fomento a startups com foco na Economia Criativa.

Criado por William Martins, Diego Santos Vieira de Jesus, Paulo Reis e Veranise Dubeux, o material é destinado tanto às empresas quanto aos profissionais que elaboram esses documentos. Entre as sugestões, estão recomendações para negócios que se encontram em fase embrionária e para projetos mais consolidados. Recomenda-se, ainda, a tradução, de forma mais clara e acessível, do linguajar técnico e a adoção de uma comunicação mais eficaz entre as entidades organizadoras e os interessados.

Confira o material completo aqui.

 

Conheça mais sobre os pesquisadores:

William Martins - Mestre em Gestão da Economia Criativa pela ESPM Rio.

Diego Santos Vieira de Jesus - Doutor em Relações Internacionais (PUC-Rio). Docente e pesquisador do Mestrado Profissional em Gestão da Economia Criativa da ESPM Rio. Coordenador do Laboratório de Cidades Criativas (LCC) da ESPM Rio.

Paulo de Oliveira Reis Filho - Doutor em Engenharia Civil (foco em Tomada de Decisão) (COPPE/UFRJ). Docente e pesquisador do Programa de Mestrado Profissional em Gestão da Economia Criativa da ESPM Rio. Coordenador do Laboratório de Inovação, Informação e Interação (Lab3i) da ESPM Rio.

Veranise Jacubowski Correia Dubeux - Doutora em Engenharia Mecânica (UFRJ). Docente e pesquisadora do Programa de Mestrado Profissional em Gestão da Economia Criativa da ESPM Rio.