Novela de época da Record ganha categoria de melhor produção longa em premiação internacional

12 de Setembro de 2017

Gabriela Moreyra e Pedro Carvalho em cena da novela Escrava Mãe, premiada na Coreia do Sul. Foto: Reprodução/Notícias da TV

A Record venceu a categoria de melhor produção longa do Seoul International Drama Awards, premiação mundial promovida pela Coreia do Sul, com a novela Escrava Mãe, exibida entre maio de 2016 e janeiro de 2017. De acordo com o Notícias da TV, o prêmio tem grande importância para o comércio internacional de produções televisivas já que é considerado uma vitrine para o mercado asiático, despertando o interesse de emissoras do continente para produtos estrangeiros.

Escrava Mãe é a primeira produção brasileira a levar um troféu na premiação. A novela, escrita por Gustavo Reiz, conta a história de Juliana (Gabriela Moreyra) e Miguel (Pedro Carvalho), pais da escrava Isaura (eternizada por Lucélia Santos na novela de mesmo nome, de 1976).

A concorrente Globo concorreu em duas categorias com a série Supermax (2016), mas não venceu. Em 2011, a novela Passione, da Globo, ficou em segundo lugar na categoria melhor produção longa, perdendo para a romena In The Name of Honour.

Com a conquista, a Record abre uma porta para negociar novelas com países da região.