Jornais do Grupo RBS apresentam uma série de novidades para o segundo semestre de 2019

05 de Julho de 2019

Zero Hora, Diário Gaúcho e Pioneiro apresentam reforços nos times de colunistas, novos produtos e atualizações nos projetos gráficos

O mês de Julho começa com novidades para os jornais do Grupo RBS. Zero Hora, Diário Gaúcho e Pioneiro apresentam reforços nos times de colunistas, novos produtos e atualizações nos projetos gráficos – tudo com o objetivo de atender à expectativa dos leitores e entregar conteúdos mais transparentes, plurais, leves, interativos e conectados com o propósito da RBS de entregar jornalismo e entretenimento que informem e contribuam para uma vida melhor. 

"Todos os movimentos que fazemos nos nossos produtos buscam responder à expectativa do público. Desta vez, não foi diferente. Ouvimos as pessoas que consomem diariamente o conteúdo dos nossos jornais para deixá-los ainda mais conectados aos seus leitores", destaca a vice-presidente de Produto e Operações do Grupo RBS, Andiara Petterle.

Em Zero Hora, uma das grandes novidades é o reforço no time de colunistas, que passa a contar com cinco novos nomes: Bruna Lombardi, Moara Steinke, Mônica Salgado, Monja Coen e Rodrigo Constantino. Todas as novidades foram embasadas no estudo realizado com os assinantes do jornal: entre eles, 56,9% têm interesse em política e 59% se consideram “espiritualistas”. Em Donna, a temática de Comportamento é uma das preferências dos leitores (26%). 

A partir de terça-feira, dia 9, os leitores perceberão ainda mudanças gráficas no jornal. A aplicação do amarelo como “segunda cor” das páginas editoriais, o uso de serifas modernas, letras maiores e mais nítidas para melhorar a legibilidade, a utilização de fios como elemento demarcador e a não delimitação de editorias por páginas são algumas das novidades que entregam um layout mais limpo e simples, com estruturas menos rígidas para otimizar o uso do espaço.

Além disso, as mudanças trazem diferenciais para deixar Zero Hora ainda mais próxima do público. Um deles é o box + Transparência, que terá informações de como as reportagens são produzidas e os motivos pelos quais algumas decisões editoriais são tomadas. Uma área destacada com os principais editores do jornal e novos espaços para cartas e opiniões de leitores também estão entre as novidades para facilitar o contato com o público. 

Como o objetivo de personificar as colunas, incluir temas novos e  aproximar-se do público infantil, o Diário Gaúcho também apresenta mudanças no próximo sábado, dia 13. A partir da data, o desenho animado musical Os Fagundinhos e a comunicadora da 92 Mari Araújo passam a assinar colunas semanais no jornal. A já existente coluna Top 15 também será assinada por comunicadores da 92, com dicas da semana escritas por cada um deles. 

O Diário Gaúcho também vai buscar facilitar a busca por novas oportunidades de trabalho com a criação da coluna Há Vagas, narrar as histórias que envolvem o meio de transporte público – utilizado pela maioria dos leitores do jornal –, a partir da coluna DG no Busão, e contar curiosidades sobre comunicadores da RBS na seção Segredos de Bastidores. Além disso, os jornalistas da Redação Integrada vão esmiuçar temas relevantes para os leitores na coluna Explica Aí.

O Pioneiro vai ganhar um novo projeto gráfico a partir do dia 30. A novidade aproxima o desenho do jornal à marca lançada em 2014, com uma cartela de cores, tipografia e ícones atualizados, mais leves e modernos. De segunda a sexta, o primeiro e o segundo cadernos, o Sete Dias, serão unificados e sequenciais. As cores vinho, laranja e verde separam os conteúdos de notícias, esportes e variedades. Iotti volta a assinar uma charge esportiva diária na coluna Intervalo e o conteúdo de Memória ganha mais espaço e passa a ser publicado também nas edições de fim de semana.  

O caderno Almanaque, queridinho dos leitores do Pioneiro, também ganha novidades. A coluna de astrologia Terra e Céu, assinada pelo jornalista Nilvado Pereira, ganha mais espaço. O Casa&Cia passa a compor o caderno de fim de semana quinzenalmente, e João Pulita ganha um espaço para mostrar a sociedade além dos eventos.