Coluna Ozinil | Água elemento de vida!

09 de Março de 2017

A partir do momento em que o conceito de sustentabilidade passa a ser entendido e aplicado é possível perceber a incompetência com que a humanidade tem gerido seus recursos naturais. Se fosse possível transferir o planeta Terra para espaçonave Terra penso que ficaria mais fácil entender o que vamos propor como discussão.

Pense na Terra como uma espaçonave. Recursos finitos e recursos renováveis. O petróleo é um recurso finito, a água é um recurso renovável. Todos nós somos tripulantes e passageiros desta espaçonave. Não é possível eximirmos ninguém de responsabilidade. Não adianta só cuidar de seu pedaço, pois a Terra é única e indivisível. Temos que levá-la em consideração como um todo.

Se olharmos a vida pelo conceito dos paradoxos o que vemos é um quadro admirável e assustador. Alguns exemplos:

- Quanto mais a medicina evolui, a qualidade de vida melhora, mais vivemos. Com isso sobrecarregamos a terra pelo aumento exacerbado de população, afetando significativamente as condições ambientais, pela sua finitude ou pelo desperdício. Hoje somos 7,5 bilhões, em 2050, 9 bilhões. A Terra terá condições de sustentar este contingente cada dia maior?

- Quanto mais evolui a tecnologia - automação, informatização, mecanização e virtualização -  mais eliminamos empregos ou aumentamos a carga educacional exigida dos candidatos a emprego, tornando-os, praticamente, inatingíveis à média da população. Como manteremos bilhões de pessoas sem trabalho? Só lembrando o que divulgou a ONU recentemente: 1 bilhão de pessoas vive, hoje, com menos de U$2 por dia.

- Quanto mais aumenta a população mundial mais espécies da fauna e da flora entram em processo de extinção. São centenas de espécies por ano. Conseguirá o Ser Humano viver sozinho no seu planeta? Exagero?

- A água é um recurso renovável que vem sendo agredido com uma intensidade que nunca se viu. Estamos poluindo os aquíferos pela utilização indevida, não é sequer necessário falar em rios, basta vê-los e senti-los. O governo brasileiro recentemente informou que as metas previstas para que o esgotamento sanitário atingisse 100% do território nacional, só serão atingidas em 2060 e, não mais em 2044 como inicialmente planejado. Pense: sem água não há vida. Será que todos têm esta percepção?

Esses são dilemas que já nos afetam e afetarão com certeza a humanidade e, atingirão níveis críticos caso não venham a ser tratados com seriedade. O acordo firmado entre Estados Unidos da América e China, os dois maiores poluidores mundiais, visando à diminuição da emissão de gases poluentes, só vigorará a partir de 2030. Isso se o atual presidente americano não chutar o balde. Não será tarde demais?

No dia 22 de março comemora-se o dia mundial da água. Todos, sem exceção, deveríamos refletir sobre a importância do elemento crucial à vida – a água! Pense sobre o que foi escrito, converse com pessoas de sua relação, discuta o tema nas escolas, em grupos de influência. O planeta Terra também é seu e, sua responsabilidade é imensa!

Prof. Ozinil Martins de Souza

  • imagem de ozinil
    Possui graduação em Geografia pela Fundação Universitária Regional de Joinville e pós-graduação em Educação pelo Instituto Catarinense de Pós-Graduação. Tem forte experiência na área de Administração de Recursos Humanos, Negociação Sindical, Consultoria Empresarial e Empreendedorismo e atua na área acadêmica.